Programação

Quinta-feira, 25 de Junho

Pré-Festival Gaveta Livre

luiz-braz

Sabedoria selvagem: o escritor não domesticado na contramão do mercado – com Luiz Bras

Uma conversa com o escritor Luiz Bras sobre literatura brasileira contemporânea, oficinas de criação, prêmios e antologias, feiras e festas literárias, e alter egos ( poeta Valerio Oliveira e o cartunista Teo Adorno).

Mediação: Wilson Alves-Bezerra

Professor de Departamento de Letras da UFSCar, onde atua na graduação e no mestrado. Sua tradução de Pele e Osso, de Luis Gusmán, foi finalista do Prêmio Jabuti 2010, na categoria Melhor tradução literária espanhol-português. Como resenhista, atualmente colabora com O Estado de S. Paulo, O Globo, El Universal (México) e Los inútiles (de siempre)(Argentina).

Local: Anfiteatro da Reitoria da UFSCar (área sul do campus)
Horário: 19h00
Apoio: Coordenadoria de Cultura da Universidade Federal de São Carlos (PROEX/CCULT)

Sexta-feira, 26 de Junho

Abertura do Festival Gaveta Livre

Lourenco_Mutarelli_-foto_divulgacao-e1362418763940Balada Liter‡ria 2012

A ARTE DE PRODUZIR EFEITOS COM CAUSA

Lourenço Mutarelli e Marcelino Freire

Neste encontro, os escritores Lourenço Mutarelli e Marcelino Freire conversarão com o público sobre processo criativo, a carreira na literatura, o mercado editorial, os festivais e feiras culturais, marcando a abertura da 1ª edição do Festival Gaveta Livre. Uma realização do Espaço Gaveta – Centro de Experimentação de Artes e do site Livre Opinião – Ideias em Debate, com apoio do Sesc.

Local:  Teatro do SESC de São Carlos
Horário: 20h00
Entrada gratuita
Apoio: Sesc-São Carlos
Retirada de ingressos no dia da atividade

Sarau comandado pela poeta Le Tícia Conde, com participações especiais e microfone aberto

10410124_406623542820163_1223471254653506666_n

Contando com a presença de poetas da região, como Anderson Petroni, Thais de Biagi, Gustavo Primo, Pedro Alberto, músicos como Fabio Valentino (mais conhecido como Feijão).

No microfone fechado temos a honra de contar com participações de:

Vivian Leme Furlan é mestranda no Programa de Pós Graduação em estudos de Literatura da UFSCar, onde estuda a escrita de autoria feminina em Florbela Espanca e Agustina Bessa-Luís.
Apaixonada por poesia em todas as suas singelas formas e representações, assim como Virgínia Woolf, acredita que poucos são os poetas capazes do alto grau de tensão que a própria realidade nos dá!

Yuri Bataglia Espósito é poeta e artista transmídia. É membro fundador do Complexo de Artes Trema, grupo de artistas em São Carlos – SP que busca renovações e experimentação de conteúdo e forma também na pintura, teatro, música, vídeo e performance.

“Poeta em Queda” é o nome de palco de Pedro Alberto, artista nascido em Sorocaba, São Paulo e que desde meados de 2013 tem se apresentado pela região, seja sozinho, seja acompanhado por músicos como Ananda Jacques, João Maresia e outros nomes da cena sorocabana. Durante o Sarau do Festival Gaveta Livre, além de declamar poemas de sua autoria, o Poeta fará o pré-lançamento de seu primeiro livro, “Fogos, Mares e Marias” (a versão digital já se encontra circulando gratuitamente). Release completo e acesso aos poemas em: http://poetaemqueda.com/

Matheus Torres é poeta e graduando em Letras pela Universidade Federal de São Carlos. Nascido em Piracicaba, reside em São Carlos desde 2011. Arquitetura do cais, publicado pelo Selo LOID, é seu primeiro livro (que pode ser encontrado no site: http://livreopiniao.com/2015/04/22/selo-loid-lancamento-do-livro-arquitetura-do-cais-de-matheus-torres/)

Le Tícia Conde é autora do livro artesanal de poemas toda Vulva diz Cus são. Nascida em São José dos Campos-SP no ano de 1988, é formada em Administração pela ITE desde 2011 e cursa, atualmente, Bacharelado em Linguística na UFSCar. Publicou em fevereiro de 2010 seu primeiro livro solo de poemas Sussurros Espelhados selecionado através do concurso do Ministério da Poesia da Editora Corpos, em Portugal. Pela CBJE (Câmara Brasileira de Jovens Escritores) também foram publicados ao total 25 escritos, poemas, contos e crônica, em edições diferentes. Participou da Mostra Artístico Cultural Jovens e Tabus através do poema Chupando a vulva (Imagina-te), realizada entre os dias 16 e 20 de setembro de 2014 no Espaço Gaveta: Centro Experimental de Artes, organizado pelo Laboratório de Atividades Humanas e Terapia Ocupacional – AHTO.

Local: Espaço Gaveta
Horário: 23h00
Entrada Gratuita

Mais informações: 

https://www.facebook.com/events/841479085937193/

Exposição I Never Believe

11218910_693326987480464_1815972407432531962_n

Esse projeto fotográfico de registrar pixações e intervenções urbanas surgiu de nossa vivência cotidiana na cidade de São Carlos. Demos o nome de I Never Believe em homenagem a uma das primeiras mensagens fotografadas.
Enxergamos nas pixações e outras intervenções uma forma de comunicação estabelecida entre o indíviduo e uma comunidade, ou seja, de um cidadão para a cidade. Percebemos este contexto a ressignificação dos modos de usos do espaço urbano, sendo possível compartilhar vontades, sensações e reivindicações através dele, tendo como suporte a própria estrutura da cidade.

Local: Espaço Gaveta
Horário: 23h00
Entrada Gratuita

Sábado, 27 de Junho

12h00 – Abertura do  Espaço Gaveta 

Exposição com os desenhos originais de Lourenço Mutarelli

20120723_015

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 13h00

Mesa de conversa

Novos poetas: Le Tícia Conde e Matheus Torres

10422355_383689781832716_4497005037202376032_n

Le Tícia Conde: Autora do livro artesanal de poemas toda Vulva diz Cus são, Letícia Conde nasceu em São José dos Campos-SP em 1988, mas reside em São Carlos (SP). É formada em Administração pela ITE desde 2011 e cursa, atualmente, Bacharelado em Linguística na UFSCar. Possui textos publicados pela CBJE em diversas antologias, além de um livro publicado em Portugal pela WAF e Corpos Editora chamado Sussurros Espelhados.

Matheus Torres: Poeta e graduando em Letras pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Nascido em Piracicaba, reside em São Carlos desde 2011. Publicou poemas na zine literária CLAQUE e lançará Arquitetura do Cais, seu primeiro livro, pelo Selo LOID.

Mediação: Larissa Lisboa

Formada em Letras e Especialista em educação para as relações étnico-raciais, Larissa Lisboa é Professora de Língua Portuguesa e leciona em diversos espaços, públicos privados. A partir das experiências nas salas de aula, além do mestrado, em que estuda as escritas de autoria feminina em Angola, oferece oficinas literárias voltadas às temáticas de gênero.

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 14h00

Mesa de conversa

Correndo riscos: uma conversa sobre literatura marginal com Marcelino Freire

11304026_10206927986663344_78562513_n

O AUTOR: Nasceu em 1967, em Sertânia, Pernambuco. Viveu no Recife e, desde 1991, reside em São Paulo. É autor, entre outros, dos livros Angu de sangue (Ateliê Editorial) e Contos negreiros (Editora Record – Prêmio Jabuti 2006). É um dos integrantes do coletivo EDITH, pelo qual lançou, em julho de 2011, o livro de contos Amar é crime. No final de 2013, publicou seu primeiro romance, intitulado Nossos ossos (Record), Prêmio Machado de Assis 2014.

Mediação: Rejane C.  Rocha

É Professora Doutora do Departamento de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura. Pesquisa literatura brasileira produzida a partir da década de 80 e é líder do Grupo de Pesquisa CNPq “Literatura e Tempo Presente.

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 15h30

Apoio: Sesc-São Carlos

LANÇAMENTOS – Logo após a mesa, em parceria com a Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar), acontecerá o lançamento Edição Comemorativa dos 15 anos do livro “Angu de Sangue”, do autor convidado Marcelino Freire, relançado pela Ateliê Editorial.  E com exclusividade no Festival Gaveta Livre, o lançamento nacional da nova edição de “Amar é Crime” (Editora Record), de Marcelino Freire.

unnamed

Mesa de Conversa

Memória e Bananeira: Conversa com Isadora Krieger

isadora-krieger-e28093-foto-carolina-krieger

A AUTORA: Poeta e escritora, Isadora nasceu em Balneário Camboriú (SC) e, desde 1994, reside em São Paulo. Também atua como agitadora cultural, sendo idealizadora e produtora do Cabaret Revoltaire, projeto em atividade e aberto a experimentações artísticas diversas, passando pela pintura com modelo vivo, leituras de poesias, performances e música. Em 2014, além de Memória da Bananeira, publicou os livros O Gosto da Cabeça na coleção “Poesia Menor”,pela publicações Iara; e Caráter Anal na antologia “Boca Santa”, publicada pelo selo Carniceria Livros.

Mediação: Matheus Torres

Poeta e graduando em Letras pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Nascido em Piracicaba, reside em São Carlos desde 2011. Publicou poemas na zine literária CLAQUE e lançará Arquitetura do Cais, seu primeiro livro, pelo Selo LOID.

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 17h00

Depois da mesa de conversa, Isadora Krieger fará o lançamento e sessão de autógrafos  do livro Memória Bananeira.

memoria_bl

Mesa de Conversa

Teatro e outras artes com Lourenço Mutarelli

trip-tv231

O AUTOR: Artista múltiplo, do anos 80 com quadrinhos que já são clássicos, até os anos dois mil com romances que inovaram a literatura brasileira, rasgando o cânone e desestruturando o conceito tradicional da narrativa, Mutarelli transformou a cultura nacional. Obras como A Confluência da Forquilha, Mundo Pet, Eu te amo Lucimar, O Dobro de Cinco, O Rei do Ponto, A Soma de Tudo 1, A Soma de Tudo 2, Desgraçados, OverDoze, entre outros quadrinhos; os romances O Cheiro do Ralo, O Natimorto, Jesus Kid, A Arte de Produzir Efeito Sem Causa, Miguel e os Demônios e Nada me Faltará; e a coletâneaTeatro de Sombras, que reúne cinco de suas peças, são uma parte da vasta carreira do autor.

Mediação: Fernando Cruz e Jorge Ialanji Filholini

Curadores do Festival Gaveta Livre

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 18h30

Apoio: Sesc-São Carlos

Mesa de Conversa

Literatices e outras conversas com Andrea del Fuego

andrea-del-fuego

A AUTORA: Um dos maiores nomes da literatura contemporânea, Andrea del Fuego conquistou, em 2011, o Prêmio José Saramago com o livro Os Malaquías. Durante sua brilhante carreira, Andrea também lançou os volumes de contos Nego fogo (2009), Engano seu (2007), Nego tudo (2005) e Minto enquanto posso (2004); na literatura infanto-juvenil: Sociedade da Caveira de Cristal (2008) e Quase Caio (2008), além do segundo romance As Miniaturas (2013).

Mediação: Jorge Valentim 

Jorge é Professor Associado de Literaturas de Língua Portuguesa (Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa) e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), além de atuar como Colaborador no Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/Araraquara). Tem experiência na área de Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura portuguesa, estudos literários, estudos comparados, literatura, gênero e homoerotismo, literaturas africanas de língua portuguesa e estudos musicológicos. No site Livre Opinião – Ideias em Debate, Jorge assina a coluna mensal “Literatices e outras conversas”.

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 20h00

Espetáculo Teatral 

Grupo de Teatro Preto no Branco apresenta Ao revés do papel

reves_facebook

SINOPSE: Dizem que antes de dormir todos contam suas histórias. Três andarilhos, presos a uma existência insuportável, mantêm-se unidos e dependentes e, quando encontram um lugar para dormir, precisam ninar uma delas. Passam a contar e reviver suas histórias: uma mulher que dizem ter dançado com o Diabo, uma prostituta que sonhava se casar e um homem que carrega somente o que sobrou de seu passado.

FICHA TÉCNICA

Texto: Grupo Preto no Branco e André Rocha
Direção: Fernando Cruz
Figurinos e Cenários: Grupo Preto no Branco
Iluminação: Fernando Cruz
Produção Executiva: Fernando Cruz
Assistente de Produção: Ana Garbuio
Fotografia: Tati Zanichelli
Designer Gráfico: Marcelo Ducatti
Orientação Musical: Eduardo Jazedje
Orientação Vocal: Roberto Badra
Colaboradores: Alexandre Rodrigues e Grazielli Cerroni

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 21h30

Encerramento do Festival Gaveta Livre

Banda: The Brisantinos

11291949_845258078898755_1605116057_n

Membros

Bruno Clementin – contrabaixo
Cármino Caramello – vocais
João Vitor Bolzan – bateria
Samir Cesaretti – guitarra e vocais
Walter Tadini – guitarra e vocais

O som dos Brisantinos é rock’n roll. Formada há dois anos, entre São Carlos e São José do Rio Preto (SP), carrega uma roupagem simples e de expressões espontâneas, criando espaço para composições que transpassam do bucólico ao esquizofrênico. Contrabaixo, duas guitarras, bateria e vocais trazem por gosto – ao mesmo instante e seguindo ambiências distorcidas – dissonâncias e silêncio.

Local: Espaço Gaveta – Centro Experimental de Artes
Horário: 23h00

Rock’n roll visceral, do mato! – Página oficial

https://soundcloud.com/the-brisantinos

13514_10204984836913910_8724803598712512843_n

Anúncios